Inspeção Sensitiva: O que ´´e e como funciona?

Inspeção sensitiva

A inspeção sensitiva é uma técnica de manutenção preventiva que utiliza recursos do corpo humano para detectar problemas em equipamentos industriais.

Quer saber quais são esses recursos e entender mais sobre o método? Saiba tudo neste post.

Do que se trata a inspeção sensitiva?

Quando se trata de manutenção preditiva, a inspeção sensitiva é uma das técnicas mais utilizadas.

Consequentemente, um inspetor deste tipo recebe demandas frequentemente – e é preciso saber contratá-lo.

A inspeção sensitiva se trata de uma técnica que utiliza os sentidos humanos para, então, verificar informações dos equipamentos.

Dessa forma, um profissional capta diversos dados relacionados à integridade física e ao funcionamento das máquinas industriais.

Assim, ele diagnostica falhas e problemas que afetam ou podem afetar as peças.

Inspeção sensitiva: Abrangência

A inspeção sensitiva é um método que abrange quase todos os modos de falhas de um equipamento ou instalação industrial.

Ela utiliza apenas os sentidos naturais do inspetor para detectar os problemas na máquina.

Porém, é suficiente para a captação de anomalias em qualquer estágio de degradação.

Detectando esses defeitos, o inspetor utiliza as informações que conseguiu para ajudar o restante da equipe na manutenção preventiva, por exemplo.

A inspeção é realizada utilizando todos os sentidos do profissional. Esses sentidos são:

  • Audição
  • Visão
  • Tato
  • Olfato
  • E paladar (nesse caso, em uma indústria alimentícia, por exemplo, alguns processos podem precisar do paladar para avaliar se existe algum problema ou não.

Quais são as vantagens de realizar a inspeção sensitiva?

A utilização da inspeção sensitiva garante várias vantagens para a proteção de diversos equipamentos.

A prevenção é a melhor forma de garantir a vida útil e o desempenho das máquinas.

Por isso, é fundamental contar com um profissional experiente nesse tipo de serviço.

As principais vantagens de realizar a inspeção sensitiva são:

Baixo custo de operação

A realização de uma inspeção sensitiva não demanda altos custos.

Para realizá-la, basta contratar um profissional que tenha experiência na área e um bom conhecimento das peças e equipamentos da sua empresa.

Inclusive, ainda vamos te ensinar, neste artigo, como contratar um bom inspetor.

Facilidade na identificação do problema

Para estas atividades não há necessidade de custo para identificar as anomalias ou equipamentos sofisticados.

Na inspeção sensitiva, é fácil identificar o problema – principalmente se o profissional for realmente muito bom.

Ele precisará analisar os equipamentos e poderá identificar cabeamentos danificados, os barulhos da máquina, pontos de corrosão, correias com folgas, motores desajustados, conservação dos ativos e várias outras situações.

Identificação do Backlog

Backlog refere-se a um resumo de acumulação de trabalho em um determinado período.

Logo, ele serve como um indicador de tempo necessário para a execução de todas as tarefas pendentes de manutenção. 

Uma empresa que trabalha somente com a manutenção corretiva, ou seja, que corrige os defeitos depois de surgidos, não sabe quais atividades precisam ser executadas para evitar a danificação de um equipamento.

Por consequência, não organiza adequadamente a sua mão-de-obra e fica sujeita ao surgimento de vários problemas. 

Quando a empresa sabe o que e quando algo deve ser feito, ela consegue trabalhar com antecedência nos equipamentos, garantindo a prevenção dos mesmo.

Dessa maneira, ela também aproveita as paradas dos ativos para atuar em outras frentes de serviço, além de poder dimensionar melhor os seus colaboradores.

Rota de inspeção sensitiva: O que é?

Uma rota de inspeção é um caminho antecipadamente planejado que deve ser seguido pelo inspetor.

Esse caminho é utilizado para fazer a verificação periódica, sequencial e frequente das condições dos componentes de um equipamento.

Para elaborar essas rotas, é necessário saber que nela não se deve executar tarefas específicas de manutenção.

plano de rota de inspeção sensitiva
Elabore o seu plano de rota.

Atividades como substituição ou reparação de peças, por exemplo, não podem ser executadas.

Mas sim, uma análise para identificar indícios de falhas, que permita que a equipe realize ações corretivas precocemente planejadas.

Desse jeito, a empresa consegue manter o sistema produtivo operacional atuando de forma adequada.

Um plano de rota possui o intuito de sistematizar atividades de inspeção sensitiva que devem ser executadas:

  • Numa frequência pré-determinada
  • Em pontos específicos a serem inspecionados
  • Depois de determinado o responsável pela tarefa
  • Em equipamentos, levando em consideração a gravidade do problema.

Como fazer um plano de rota de inspeção e quais são os benefícios?

Para fazer um plano de rota, é necessário um formulário com a utilização de checklists, ou uma lista de quais peças precisam ser inspecionadas.

O objetivo é que todos os equipamentos da empresa sejam constatados nessa lista. 

Além disso, o recomendado é que o responsável pela lista crie tópicos com o nome do equipamento, as principais peças que devem ser verificadas, a data em que deve ocorrer a inspeção e um campo em branco para o registro de potenciais problemas.

Dentre os benefícios de realizar um plano de rota e executar a inspeção sensitiva de forma correta, podemos citar:

  • Menos pausas de produção não previstas
  • Diminuição dos riscos de segurança para colaboradores
  • Aumento da disponibilidade, confiabilidade e desempenho das máquinas
  • Troca mais precisa de peças de reposição, que ajudam a prolongar a vida útil dos ativos
  • Identificação precoce de falhas e, por consequência, a diminuição de gastos com manutenções corretivas.

O que é um plano de manutenção preventiva?

Um Plano de Manutenção Preventiva é uma ferramenta crucial para prevenir vários problemas que podem surgir nas máquinas industriais.

A manutenção preventiva é aquela realizada periodicamente, com uma frequência pré-determinada e seguindo alguns critérios indicados para a peça.

Esse tipo de manutenção tem como objetivo prevenir que a máquina sofra algum tipo de dano, isto é, diminuir a probabilidade de ocorrer problemas nas peças.

Como resultado, ocorre o aumento de confiabilidade e produtividade dos equipamentos, além da redução de tempo e dinheiro gastos com manutenções.

A inspeção sensitiva pode ajudar no processo de manutenção preventiva, já que detecta indícios de futuros problemas.
Saiba mais sobre o plano de manutenção preventiva.

Como contratar o inspetor certo?

Inspetor sensitivo
O perfil de um inspetor deve ser analisado antes da contratação.

Para contratar o inspetor sensitivo ideal para o serviço, é necessário que o empresário analise algumas características do profissional.

O que deve-se esperar de um profissional responsável pelo processo de inspeção sensitiva é que ele tenha consciência de sua função dentro de uma empresa.

Dessa forma, um inspetor deve ter a capacidade de agir de acordo com os dados que coleta durante a checagem dos equipamentos e utilizar as normas técnicas adequadamente. 

A experiência do inspetor para executar qualquer atividade na área é essencial, já que ele necessita diretamente de suas habilidades sensitivas.

O técnico de inspeção deve ser um dos mais capacitados da equipe de manutenção de uma empresa. 

As profissionais dessa área precisam ser, principalmente:

  • Atenciosos
  • Conscientes
  • Organizados
  • Observadores
  • Responsáveis
  • Pessoas com curiosidade técnica
  • Exigentes quanto a qualidade dos equipamentos 

Além disso, os inspetores devem ser frequentemente treinados, principalmente quando ocorre um reajuste dos itens de inspeção ou do plano de rota.

Inspeção sensitiva: Conte com uma empresa especialista no assunto 

Existe uma forma bem melhor de montar de realizar uma inspeção sensitiva e proteger seus equipamentos, que é contar com a ajuda de pessoas especializadas no assunto.

Se você pretende fazer isso de forma segura e com garantia, prevenindo possíveis falhas e adicionando mais tempo à vida útil de seus equipamentos, você pode contar com os serviços da ServiLub.

Você pode entrar em contato por meio do telefone (27) 3256-1025 ou do e-mail comercial@servilub.com.br. Será um prazer atender você.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.