Lubrificação de Motores Elétricos – Tudo Sobre o Assunto

Lubrificante para motores elétricos industriais

Atualmente, a lubrificação de motores elétricos é uma atividade fundamental para o bom desempenho industrial, isto é, em todos os tipos de indústria.

Motores elétricos seguem uma linha de variados modelos, permitindo que uma fábrica possa utilizar de um a vários deles, cada um desempenhando um papel específico e atuando de forma proporcional à sua função.

Por esse motivo, é essencial que essas peças tão necessárias passem por manutenções adequadas e que sejam corretamente lubrificadas.

Hoje você vai descobrir como lidar corretamente com o seu motor elétrico e entender, detalhadamente, os motivos pelos quais essas máquinas precisam ser bem cuidadas.

Confira!

Aproveite e conheça um guia definitivo sobre a lubrificação de correntes industriais.

Bomba de água industrial
Motor elétrico – Bomba de água industrial.

A lubrificação incorreta dos motores – Consequências

A lubrificação incorreta dos motores elétricos pode acarretar diversos prejuízos para uma empresa, principalmente devido às falhas atribuídas a eles quando não são utilizados devidamente lubrificados.

De acordo com estudos feitos pelo Electric Power Research Institute (EPRI), apenas 5% dos motores industriais falham depois do tempo de uso previsto. Já dos 95% que falham prematuramente, 53% das falhas ocorrem em decorrência da má lubrificação, em excesso ou escassez, ou até mesmo por não serem lubrificados.

Outro fator que também contribui para a falha das máquinas é a escolha inadequada da graxa. As consequências mais comuns, que ocorrem devido aos problemas citados, são:

  1. Superaquecimento dos mancais

  2. Vibrações excessivasCrescimento da corrente (decorrente do esforço excessivo de rolamentos danificados)

  3. Perda de função da bobina auxiliar ou de partida (causada pelo acúmulo de graxa)

  4. Sobreaquecimento do motor

  5. Aumento no nível de ruídos da máquina.

Agora, que tal saber o motivo de ser tão importante fazer a lubrificação dos motores elétricos e o porquê deles precisarem disso?

Por que é importante lubrificar os motores industriais?

O principal motivo pelo qual é importante fazer a lubrificação correta e periódica dos motores é a que, dessa forma, ocorre a prolongação da vida útil de seu sistema de mancais.

Nesse sistema é mais comum que sejam utilizados rolamentos de rolos ou de esferas, porém, existem outros modelos como os cônicos e os axiais.

Deve sempre se lembrar que as peças, apesar de fortes e precisas, precisam de um tratamento específico. Isso significa que não se pode lubrificá-las sem antes saber a quantidade necessária de graxa a ser utilizada e o intervalo entre manutenções.

Tanto a falta quanto o excesso podem ser prejudiciais em qualquer tipo de máquina!

Tipos de motores industriais

Os motores elétricos geralmente funcionam com base na indução eletromagnética. Dessa forma, se aplica uma tensão em seus terminais, gerando um campo de eletromagnetismo que faz o seu rotor girar.

Rolamento de motores elétricos
Rolamento de motores elétricos

Motores monofásicos

O motor monofásico assíncrono é o tipo mais comum de motor industrial.

Ele é normalmente utilizado em instalações que necessitam de uma menor potência, como alguns dos eletrodomésticos que possuímos em casa, e são alimentados por uma ou duas fases, em tensão alternada.

Motores trifásicos

O motor de indução trifásico precisa de três fases para a sua alimentação.

Ele possui duas partes principais: o estator e o rotor. Em funcionamento, as três fases, que são defasadas 120° uma da outra, produzem um campo eletromagnético no estator que, em seguida, transfere esse movimento para o rotor.

Motores síncronos

Os motores síncronos podem ser monofásicos ou trifásicos, sendo geralmente utilizados em aplicações de maior porte e que necessitam de mais potência.

São chamados assim por que a velocidade do seu rotor chama-se velocidade síncrona, sendo constante e igual ao campo girante do estator.

Motores de corrente contínua

Conhecidos como motores CC, essas peças podem ser encontradas nas mais diversas aplicações.

São muito usados nas indústrias, comum em brinquedos e em transmissões de carros elétricos.

Os motores de corrente contínua podem ser alimentados por uma fonte de energia contínua, como especifica seu nome. Seu uso é relativamente simples, podendo ser facilmente controlado quando possui sua tensão variada.

Ele é dividido em partes: estator, rotor, comutador e as escovas.

Motor de passo

O motor de passo demonstra uma tremenda eficiência quando se trata de se movimentar de forma angular, por causa da construção de seus extremos magnéticos e do circuito de controle feito eletronicamente por meio de um drive.

Como Escolher a Melhor Graxa para seu Motor Elétrico

Lubrificante para motores elétricos industriais
Lubrificante para motores industriais

Escolher a graxa é um dos passos mais importantes para fazer a lubrificação correta de um motor elétrico. 

Isso porque não são todos os produtos que entregam a eficiência adequada para um tipo de motor específico. Por isso, é necessário selecionar o que gera maior produtividade e vida útil para a máquina.

A lubrificação dos rolamentos do motor geralmente é feita com graxa mineral, a não ser que temperaturas de operação sejam muito elevadas – de 120°C a 150°C – ou que a velocidade da rotação seja superior a 1800 rpm, pois, nesses casos, deve-se usar o óleo mineral.

Contudo, os dados exatos para o seu motor, devem ser tirados do manual do fabricante.

Óleo base

Os motores que trabalham com uma velocidade de rotação entre 1200 e 3600 rpm podem ser lubrificados com um óleo de 90 cSt (grau de viscosidade) até 120 cSt, em uma temperatura de 40°C. Essas são as condições ideais para motores desse tipo.

Por esse motivo, é necessário um produto que atenda as necessidades do motor. Se você optar por usar uma graxa multiuso, por exemplo, seus requisitos já não serão adequados.

Para se ter uma ideia, esse tipo de graxa geralmente possui sua viscosidade em torno de 220 cSt e 460 cSt nas mesmas condições de temperatura, superando significativamente o que é especificado para essas peças.

Espessantes

Os espessantes mais usados nas graxas para motores industriais são o lítio e a poliureia, e cada um deles apresenta tanto vantagens como desvantagens para o funcionamento de um motor.

Uma das maiores vantagens do uso da poliureia nas graxas é o fato de ser melhor compatível com sistemas de vedação, além de geralmente possuir características antioxidantes, uma resistência elevada à temperatura e grande estabilidade térmica.

Já aquelas graxas que possuem lítio têm maior compatibilidade com outros espessantes e com aplicações de contato com água, além de serem mais recomendadas para este tipo de aplicação.

Aditivos

Outro fator importante pelo qual pode ser arriscado utilizar graxas multiuso, é que os produtos feitos para motores elétricos geralmente possuem aditivos específicos para ele, enquanto os de multiuso utilizam aditivos de uso geral.

Esses aditivos podem ser extremamente prejudiciais para os motores elétricos, tendo a capacidade de volatizar ou até mesmo corroer os enrolamentos da máquina.

Lubrificando o motor – por onde começar?

Para começar, é essencial saber qual o tipo de motor que você pretende lubrificar, para assim não haver dúvidas na hora de escolher o lubrificante ideal.

Sabendo qual é o tipo de motor que vai passar pela manutenção, basta reconhecer quais são as suas particularidades e necessidades e assim escolher qual a melhor graxa para ele. Os motores elétricos não são lubrificados com óleo, e sim com graxa, que nada mais é do que mistura de um óleo com espessantes e aditivos.

Na hora da lubrificação é importante ter em mente que uma dose equilibrada do produto é essencial. Lembre-se: tanto a falta quanto o excesso podem ser prejudiciais.

Mas, se você pretende fazer isso de forma segura e com garantia, prevenindo possíveis falhas e aumentando a vida útil do seu equipamento, você pode contar com os serviços da ServiLub.

A empresa é especializada no fornecimento de serviços e produtos para a lubrificação e manutenção industrial, sendo totalmente focada em ver o cliente satisfeito.

Você pode entrar em contato por meio do telefone (27) 3256-1025 ou do e-mail comercial@servilub.com.br. Será um prazer atender você e recomendar a graxa correta para o seu tipo de motor específico.

Sugestão de Graxa Chesterton

A graxa Chesterton 638 EML – Eletric Motor Lubricant, é a solução correta para estender a vida dos rolamentos, principalmente aqueles que trabalham em condições mais exigentes, sendo um lubrificante com desempenho excepcional, formulado com aditivos anti-desgaste e resistência a pressões extremas.

O 638 EML possui uma estabilidade inigualável aos esforços causados por cisalhamento e resistência mecânica, é virtualmente impermeável a vapor, com boa resistência a água e corrosão.
Tem dúvidas sobre se a 638 EML é ideal para seu motor elétrico?

Nossa equipe técnica está à disposição para avaliar sua situação específica, basta entrar em contato.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.